||Em destaque|| Cor de pêssego Uma História de Amor - Rosania Stival

Olá, Apaixonados!

A novidade de hoje é a divulgação do livro “COR DE PÊSSEGO - Uma História de Amor" da autora Rosania Stival. O seu livro está a venda no site Amazon.

Sinopse

Ele tinha um título de nascimento.

Propriedades.
Herói nacional.
Uma biblioteca preciosa.
Bonito como o diabo…

E ela só tinha dois vestidos!

Não!
Não...
Apenas um vestido, aquele que trouxera no corpo quando viera da Normandia a seguir um sonho que nunca daria certo.
O outro vestido, o castanho, aquele que usava durante o dia e fora adaptado para servir em seu corpo pequeno e delicado, era o vestido usado pela criadagem.
E ele era o seu patrão."


Vamos conhecê-la?

Sou brasileira, mas vivo desde 2004 em Portugal. Sou formada em Letras e em Pedagogia e atualmente continuo estudar Língua Portuguesa - como aluna de Mestrado. Sempre gostei de escrever, de vez em quando publicava uma coisa ou outra em periódicos de minha cidade, no Brasil. Em Portugal publiquei crônicas para a página AEIOU entre 2008 e 2009. Entretanto sempre fui mais o que podemos classificar como uma "escritora de gaveta".
Sempre quis publicar mais seriamente algum trabalho, mas sempre esbarrava na questão das editoras; e a auto-publicação, com o risco de se ficar com caixas e caixas de livros paradas em casa, nunca me animou. Portanto, sempre foi um sonho adiado... Até o dia que me presentearam com um tablet e eu baixei vários textos e percebi o quanto pode ser divertida, também, a leitura através de ebooks. Pesquisei mais e vi a possibilidade de auto-publicar-me sem os efeitos dos "livros encalhados" que citei. Lancei mãos à obra e fui buscar meus textos na gaveta...
O Cor de Pêssego era um conto de 16 páginas, escrito à lápis em 1997. Quando comecei a digitá-lo aconteceu algo inesperado: a necessidade de me posicionar melhor com relação aos fatos históricos e depois, conforme eu escrevia, as personagens pareceram criar vida própria numa perspectiva que até então eu não tinha experimentado. Tudo saiu e fluiu naturalmente, para, finalmente, vir à luz.
Foram cinco meses comendo em frente ao computador, sem sábados, domingos, feriados, "dias santos", recusando passeios, toda a noite depois do jantar - já que tenho uma vida profissional também - até `as "tantas", "grudada", com o nariz em cima de variados textos e documentos históricos em português, francês, inglês, espanhol, pesquisando, escrevendo, reescrevendo, lendo e relendo e vivendo os dramas e as alegrias daquelas personagens que, ao meu entender, já que são "meus filhos", encantadoras. Descobri que escrever é um trabalho visceral, emotivo, que nos deixa exauridos... mas incrivelmente apaixonante.

Confesso que escrevi uma história que eu gostaria de ler e espero, sinceramente, que outras pessoas possam divertir-se com ela como eu me diverti.
||BLOG|| FACEBOOK ||


Pensando em lê-lo? De qualquer forma, eu adoraria receber seu comentário!Não esqueça, deixe o link do seu blog que retribuo a visita. Pois é dando, que se recebe  \o/ 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...