«RESENHA» Fingindo - Cora Carmack



Titulo Original: Fakimg It  - #02
Autora:  Cora Carmack
Editora: Novo Conceito
Páginas: 332
ISBN:97788581636665
Publicação: 2015
Compre: || Aqui ||
Sinopse no Skoob




Olá, pessoal! A todos vocês eu desejo uma segunda-feira abençoada. "Fingindo" é a sequência de Perdendo-me (Resenha Aqui) da autora Cora Carmack, lançado no Brasil pelo Grupo editorial Novo Conceito e gentilmente cedido para resenha. \o/

Comecei a leitura cheia de expectativas, e elas até que foram superadas! Ao contrário de Perdendo-me, este livro fala sobre superação e amadurecimento, com um protagonista muito carismático.

Neste livro, Cora apresenta aos leitores a história de Cade Winston um jovem ator com uma carreira promissora. Ele foi um dos melhores amigos da protagonista do livro anterior. Posso afirmar, com certeza, que o Cade é um bom moço, educado, inteligente e extremamente fofo! Porém, no livro anterior não soubemos que ele esconde uma alma atormentada por lembranças dolorosas do passado e que estava passando por uma fase muito difícil. Como se não bastasse os problemas, numa manhã encontra na cafeteria uma linda garota com cabelos vermelhos e diversas tatuagens que o impressiona, mesmo que aparentemente nada tenha em comum, os dois acabam tendo suas vidas entrelaçadas.

Max Miller é cheia de vitalidade, corajosa, a música é o grande amor de sua vida. Ela é o tipo de pessoa que luta pelo que deseja. Mas, tem um problema: Seus pais anunciaram uma visita, o namorado definitivamente não se encaixa nos padrões conservadores dos pais. Felizmente, ela tem um plano — inicia uma farsa, ao lado de Cade — Ele agarra a chance de passar mais tempo ao lado dela, dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos e o relacionamento que era para ser de mentirinha ganhou contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Cade parece se sentir vivo e animado é maravilhoso ver a evolução dele em superar seus medos e tentar mesmo que aos poucos colocar sua vida de volta nos eixos. Aos poucos vai derrubando as barreiras, mas Max seria capaz de vencer — mesmo — seus medos? Ela ousará superar o passado e construir ao lado de Cade uma relação de confiança? Meu Deus, quem em sã consciência não se apaixonaria pelo Cade? Eu fiquei. Max é uma personagem muito interessante. Eu gostei muito dela, apesar de não ter curtido tanto assim o fato de dela questionar e sentir medo o tempo todo, me deu vontade de entrar no livro e dá uns bons sopapos e dizer “acorda garota”.

Aqui não há amor à primeira vista, o que só torna a história ainda mais bela e interessante trazendo ao leitor um olhar mais atento para a superação dos medos e traumas dos personagens. A autora soube como trabalhar todos esses itens com uma suavidade iminente em sua escrita, conseguindo transmitir toda a carga de emoção e intensidade das cenas de um jeito leve e ao mesmo tempo tocante. Nada foi forçado, até mesmo o sexo, é narrado com delicadeza e doçura, sem vulgaridade ou mau gosto. Assim nos vemos mais apaixonadas pela história e fascinada pelo Cade que é um cavalheiro do começo ao fim.

Fingindo não é um dos melhores livros do gênero New Adult, mas também não é um daqueles livros chatos, ao contrário de algumas opiniões que li pela net, eu considerei no geral que foi uma leitura agradável. Narrada pelo ponto de vista de Cade e Max a leitura fluiu bem. A diagramação está bem agradável, a fonte tem um bom tamanho e as margens e espaçamentos também. Ah! Fazendo uma resolva em relação à capa não é tão bonita quanto à do primeiro livro, mesmo assim gostei de todo o trabalho de edição do livro e com certeza irei ler o próximo livro que será da Kelsey.


FacebookTwitter: Instagram
Que tal conhecer um pouco mais sobre o grupo editorial? Confira: www.editoranovoconceito.com.br/



TOP COMENTARISTA
Dedos cruzados Boa Sorte Dedos cruzados

comentem e Compartilhem!

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...