Corações Indômitos ^ Ruth Langan [Maratona de Banca 2011]

 Título Original: Badlands Heart
 
Seu jovem coração era tão indômito quanto a terra onde ela vivia e os cavalos que perseguia!

Dakota, américa do Norte, 1867.
 
Kitty Conover era uma jovem bem diferente das que moravam em Misery. Sempre vestida com trajes masculinos de pele de gamo e com os cabelos loiros e encaracolados presos sob um chapéu de aba larga, ela era conhecida por sua tenacidade em perseguir, por semanas a fio, os rastros de cavalos selvagens. Dormia tão bem ao relento, sob as estrelas, quanto no calor de uma cama. Distinguia as rochas pelo formato, conhecia os picos das montanhas um por um e cada curva das trilhas. Acima de tudo, ela aprendera a esperar o inesperado e a resolver qualquer contratempo. 
Mas Bo Chandler foi uma surpresa que pegou Kitty desprevenida. Depois de salvar a vida de Bo, ela começou a sentir os primeiros e inegáveis sintomas do verdadeiro amor. E não ficou nem um pouco satisfeita com isso! Ela entendia de cavalos, mas os homens eram uma espécie bem mais complicada. Kitty não estava disposta a confiar seu coração a um desconhecido que acendia nela faíscas mais eletrizantes do que os relâmpagos de uma tempestade de verão!

Bo voltou ao primeiro poema e começou a ler em voz alta:

—  Ela, tão formosa quanto uma noite estrelada e sem nuvens. E concentra em seus olhos e em seus cabelos o brilho mais intenso da noite.
—  E naquele rosto de contornos tão suaves e serenos, embora eloquentes, o sorriso vence, as nuances brilham e revelam bondade. Há uma mente em paz com os desfavorecidos e um coração onde o amor é pura inocência.
—  Ela possui a voz da alegria, o sorriso e a eloquenciada beleza. Desliza por entre seus devaneios mais misteriosos coom uma sempatia meiga e benéfica que faz sumir as arestas onde ele as vê.

— Bo, eu nunca ouvi nada parecido —  ela sussurrou, ainda enfeitiçada pelo paixão que a poesia transmitia.
—  Gostou?
Ela anuiu.
—  Foi tão lindo. E pude sentir cada palavra aqui. —  Kitty tocou no coração.
Kitty é uma jovem livre, muito inocente que tem paixão em capturar e domar cavalos selvagens.
E neste cenário,que encontra Bo (Beauregard) ferido vitima de assalto, à partir deste momento, ela esquece os cavalos para ajudá-lo.
Em pouco tempo, eles passam a lutar contra a forte atração...Bo reconhece que se encantou com a jovem que salvara sua vida.
Não há dúvida que essa jovem está acostumada a cuidar da própria vida, mas a convivencia com Bo começa a despertar novas emoções.
Não imaginava que iria se apaixonar e desejar viver viver uma história de amor!
A talentosa Ruth Langan sempre despertando as emoções de seus leitores, mesmo sem ter cenas hots a leitura não decepcionou, o livro tem uma história  envolvente.
 

Meus sinceros agradecimentos...Obrigado por terem enriquecido este post com a sua presença \o/ !

13 comentários :

  1. Oi, Lu! Os livros da Ruth Langan, são sempre maravilhosos e envolventes. Taí uma Autora que adoro. Acho que este foi o primeiro livro, dela que li e me encantei com a história. Gostei muito do Beauregard. Ele foi bem paciente com a Kit e não tentou mudar seu jeito de ser. Achei isso bem legal.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Há muito não leio estes livros e entrar em contato com sua resenha me ajudou a relembrar, rs. Pena que o livro não é lá aquelas coisas, né?

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Eu preciso ler mais livros de banca, a maioria dos que fala aqui Lu, não conheço nenhum =/
    Não por preconceito, mas por não conhecer mesmo livros bons.

    Vou ficar mais atenta!
    bjão

    ResponderExcluir
  4. Ruth consegue nos envolver nas histórias... e às vezes nem sentimentos falta das cenas hot!

    ResponderExcluir
  5. Saudade de ler romances assim....
    Se bem que os meus preferidos são os dos sheiks e italianos/gregos...rs

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu!!!
    Adorei a sinopse, mas achei seus comentários tão contidos, que fiquei em dúvida se vc gostou mesmo ou não?/
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá Lulu!


    Adoro os livros dessa autora e esse vai para a lista! :D

    Seus livros sempre me emocionam... São profundos e ricos. Estou em dúvida se meu preferido é "Prisioneira do Esquecimento" ou "Uma Nova Vida"...rsrs...


    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Eu não sei se eu já li alguma coisa da Ruth Lagan, apesar de adorar romances desse tipo. Mas esse livro em especial me chamou a atenção porque minha mãe, que a-do-ra romances, considera esse um dos melhores dos muitos que já leu! Fiquei muito feliz por ler sua resenha, pois minha mãe tinha vontade de reler esse livro, mas não se lembrava nem do título e nem da autora, só da capa e da sinopse. Agora vai dar pra eu procurar pra ela.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. @Renata

    Oie Rê eu é gostei do livro sim, as vezes me contenho mesmo mais o livro é bom e a história interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Lulu!
    A história parece ser leve e descontraida. Estou precisando de livros assim. rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Li esse livro há bastante tempo mas ainda me lembro que gostei muito. Foi o primeiro da autora que li. Sempre achei a capa linda.

    Bjos!

    Thaís Gisele
    @sweet_lemmon
    http://umaconversasobrelivros.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  12. A história parce boa mesmo, pelo menos tem um ótimo cenário para tal. bjs, Rose;D

    ResponderExcluir
  13. Adoro esse livro da Ruth Lulu!
    Na verdade gosto da série toda, Kitty é super legal, faz o que quer! Decidida!

    Esse tem cadeira cativa na minha estante!

    Bjs!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...