Passarinha - Kathryn Erskine


Título: Mockingbird
Autora: Kathryn Erskine
Editora: Valentina
Número de páginas:224
SINOPSE  
No mundo de Caitlin, tudo é preto e branco. Qualquer coisa entre um e outro dá uma baita sensação de recreio no estômago e a obriga a fazer bicho de pelúcia. É isso que seu irmão, Devon, sempre tentou explicar às pessoas. Mas agora, depois do dia em que a vida desmoronou, seu pai, devastado, chora muito sem saber ao certo como lidar com isso. Ela quer ajudar o pai – a si mesma e todos a sua volta –, mas, sendo uma menina de dez anos de idade, autista, portadora da Síndrome de Asperger, ela não sabe como captar o sentido.
Caitlin, que não gosta de olhar para a pessoa nem que invadam seu espaço pessoal, se volta, então, para os livros e dicionários, que considera fáceis por estarem repletos de fatos, preto no branco. Após ler a definição da palavra desfecho, tem certeza de que é exatamente disso que ela e seu pai precisam. E Caitlin está determinada a consegui-lo. Seguindo o conselho do irmão, ela decide trabalhar nisso, o que a leva a descobrir que nem tudo é realmente preto e branco, afinal, o mundo é cheio de cores, confuso mas belo.
Um livro sobre compreender uns aos outros, repleto de empatia, com um desfecho comovente e encantador que levará o leitor às lágrimas e dará aos jovens um precioso vislumbre do mundo todo especial dessa menina extraordinária.

Olá, Leitores Apaixonados!

Hoje venho compartilhar com vocês a resenha de um dos livros que comprei na Bienal. Eu sei que tenho parceria com a editora, mas não agüentei esperar para lê-lo. O que posso adiantar é que Passarinha é uma história comovente em que você ficará viciado desde a primeira página até a última palavra.

Ultimamente ando muito emotiva e alguns trechos trouxeram lágrimas aos meus olhos. Por isso, eu estava com medo de que não fosse concluir a leitura até o final. É uma história triste? Sim, e para aqueles que me conhece sabe que fujo dos dramas e das histórias com carga emocional muito grande. Confesso que não esperava que a história fosse mexer tanto comigo, mas enredos com crianças acabam me emocionando, porque imediatamente fiquei fascinada com a Caitlin.

A comunidade em que Caitlin vive foi devastada por uma tragédia, houve um tiroteio na escola e o seu irmão mais velho foi uma das vitimas, agora sem a sua presença ela está desorientada. Ela é uma garota de dez anos que sofre da síndrome de Asperger, sua mãe morreu e agora seu irmão também, deixando-a sozinha com seu pai, que não sabe como lidar emocionalmente com ela.

Não conheço e nunca li um livro com uma protagonista com essa Síndrome, a autora fez um excelente trabalho porque os pensamentos dessa garota adorável são compreensíveis e faz sentido para o leitor. Caitlin se esforça para compreender as emoções de seu pai e dos colegas na escola, mas nem sempre fazem sentido para essas pessoas. Ela vê as coisas como são, de forma muito pura e inocente, porém aqueles que têm essa síndrome muitas vezes não conseguem entender por que as coisas que diz magoam as pessoas ao seu redor.

O mundo de Caitlin desmoronou. E agora ela tem que lidar com as conseqüências, pois antes era Devon quem a orientava para dizer as coisas certas e até mesmo como se vestir. Você vê como cada dia é uma batalha para ela ir para a escola e enfrentando todos, quando tudo o que ela gostaria de fazer é se esconder. Em alguns momentos é desolador e você se pega emocionada ou até mesmo frustrada, mas a autora soube criar uma personagem adorável e que possui potencial bastava que fosse compreendida.

A narrativa é contada a partir da perspectiva de Caitlin, ou seja, em primeira pessoa, mas mal se percebe o tempo passando, porque a leitura é fluídica. Não posso deixar de citar o belo trabalho que a Editora realizou com a capa do livro (o título é dourado) e uma diagramação excelente. Se você ainda não incluiu Passarinha na sua meta de leitura, agora pode ser a hora, pois Kathryn Erskine está proporcionando ao leitor uma história que toca o coração. É uma leitura edificante que te faz pensar sobre todos os aspectos de como ver a vida e os portadores dessa Síndrome de Asperger. Recomendo!



||SITE|| TWITTER ||FACEBOOK ||


Pensando em lê-lo? De qualquer forma, eu adoraria receber seu comentário!Não esqueça, deixe o link do seu blog que retribuo a visita. Pois é dando, que se recebe  \o/ 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...