Ai, Meus Deuses! Tera Lynn Childs @galerarecord



Título:  Oh.My.Gods - Tera Lynn Childs
Editora: Galera (Junior)
Páginas: 303
Sinopse no: skoob -  Onde comprar

 «...eu quero tanto ficar com você que não vou ligar se estiver gritando comigo o tempo todo, contando que eu esteja ao seu lado.» 

Já tinha ouvindo falar de Tera Lynn Childs, mas nunca li nenhum de seus livros. “Ai meus deuses!” publicado no Brasil pela Galera Record é a minha estréia com o autora.

Na história, Phoebe é uma adolescente que por sua vez, tem a vida virada do avesso quando sua mãe retorna das férias muito apaixonada e noiva de Damian Petrolas, diretor de uma academia bem conceituada na ilha grega de Serfopoula. Obviamente Phoebe não queria aceitar, porque tudo o que ela desejava era permanecer nos Estados Unidos, se dedicando ao atletismo e seus estudos, mas, sua mãe foi irredutível, eles (incluindo Phoebe) mudariam para a Grécia.

Sobre a Phoebe, ela é engraçada, forte, independente e sua maturidade em alguns momentos foi admirável. Bem diferente da mãe dela. Fala sério, a mulher foi muito inconseqüente! Agora Phoebe tem esperança de que seu tempo na ilha seja apenas de nove meses. Estava indo para a faculdade, tinha apenas que conseguir boas notas para garantir sua bolsa de estudos.

Ela tenta se adaptar a sua nova vida, mas logo vê que não será nada fácil, uma vez em Serfopoula, ela tem algumas surpresas: a meia irmã não gostava dela e o lugar era habitado por descendentes dos deuses gregos, com poderes divinos e tudo, e como se não bastasse, ainda sofre bullying. Sem contar que conhece Griffin, e se vê em uma complicada condição, se apaixona por ele, um descendente de Ares, que por acaso tem uma namorada muito ciumenta. Vocês podem imaginar a situação, não é?
Apesar do foco não ser exatamente o romance, podemos experimentar uma pitadinha dele numa parte mais avançada do livro. Só que o envolvimento amoroso entre Phoebe e Griffin iniciou rápido demais para o meu gosto, e acabou por não ser bem desenvolvido ao longo da narrativa.
Uma das coisas que mais me agradou é que nos momentos difíceis nossa protagonista conseguia tirar o melhor das piores situações e seus amigos Troy e Nicole, mesmo sendo semideus às vezes ficavam intimidados.

Levando em consideração que esse é um livro direcionado ao publico jovem, com situações clichês e mesmo deduzindo alguns fatos, infelizmente não teve seu potencial máximo alcançado! A autora tem talento, ela aborda os dramas na fase da adolescência, as sérias dificuldades de adaptação na vida de um jovem tendo como pano de fundo a mitologia grega, citações de Platão, Aristóteles e outros gregos famosos!

A narrativa é apenas do ponto de vista de Phoebe, uma personagem super cativante, e muito sarcástica também, que várias vezes me fez dar boas gargalhadas. Os outros personagens são todos  interessante de se conhecer. Dentre eles, o meu favorito foi o Troy, nada muito exagerado, mas era o personagem com mais personalidade e carisma. Ao longo da leitura, em muitos momentos me peguei imaginando como seria viver em uma Ilha, na Grécia.

 Além da capa legal, a diagramação está impecável e mais uma vez dou os parabéns para a editora. Achei o final satisfatório, a história me ganhou da metade para o fim e serviu para atiçar ainda mais o interesse pelos próximos volumes. O livro foi cortesia da editora. Obrigado!
Top Comentarista DEZEMBRO

Obrigado por terem enriquecido este dia com a sua presença!Não esqueça, deixe o link do seu blog que retribuo a visita. \o/ 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...