A Viajante do Tempo Outlander – Diana Gabaldon @SdE_Brasil


Título: Outlander ( Outlander, #1)
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 800
Sinopse e Onde comprar 


 «... — "O verdadeiro perdão não é forçado" — disse —, destetaria ver a sua vingança.» 

Quando ouvi falar da série Outlander, de Diana Gabaldon pela primeira vez, sinceramente não fiquei interessada à primeira vista! Digo isso porque esse tema viagem no tempo até então não despertava muito meu interesse, mas depois que eu li que era sobre uma inesquecível história de amor... Fiquei empolgada para conhecê-la, por isso, a comemoração foi grande quando soube do relançamento pela editora saída de emergência.

A história inicia-se no ano de 1945. Narrado em primeira pessoa por Claire, somos apresentados a uma mulher de vinte e sete anos enfermeira que, após o fim da II Guerra Mundial, é finalmente capaz de desfrutar a lua de mel. Ela casou-se alguns anos antes e o casal nunca foi capaz de viver uma vida conjugal por causa da guerra. É bom frisar isso, senti que Frank não estava tão focado na viagem de lua de mel, era absolutamente enfadonho e chato. (*revirando os olhos*)
Claire se quer poderia imaginar o que o destino reservava para a sua vida, quando escolheu uma manhã dar um passeio sem a companhia do marido em Craig Na Dun, um círculo de pedra mágico. Quando de repente é projetada do século XX para o século XVIII, na Escócia de 1743.

A nossa protagonista não é o tipo de donzela em perigo, pelo menos, isso é o que ela pensa a maior parte do tempo. Ela é audaciosa, teimosa e às vezes irritante! Quando se vê então em outra época, aonde ninguém não confiava nela e não sabe qual será o seu destino tenta se adaptar as tradições e costumes, até que tenha uma oportunidade de fuga. Enquanto isso acaba fazendo amizade com Jamie; um homem misterioso que, capaz de quase tudo, exceto uma coisa: ficar longe de problemas.
A relação que se estabelece entre eles se aprofunda, assim sendo, para assegurar a sua vida e escapar da teia de intriga que a rodeia no clã dos MacKenzies, o casamento indesejado com Jamie seja a única coisa que poderá salva-la, mesmo ela tendo um marido em outra época. Gente! Uma das dores emocionais mais devastadoras é a traição, mas no caso da Claire me peguei tendo um olhar extremamente condescendente.

A única certeza da qual a nossa heroína tem é que há uma inegável química entre os dois e de um jeito intenso ela se envolve por mais que não seja um relacionamento definido. Não é à toa que ela se sentisse assim, sutilmente percebemos que o rústico guerreiro é extremamente romântico, o seu jeito é apaixonante, ele também é inteligente, de bom caráter e, é lógico como qualquer um tem defeitos.
Nossa! Fazia-me suspirar cada vez que chamava carinhosamente Claire de “Sassenach”.
Além dos personagens principais há muitos outros apresentados: como o repulsivo e sádico Capitão Jack Randall, os desconfiados MacKenzie, o rabugento, mas sempre protetor Murtagh e outros! No entanto, o que me fez amar este livro e me fez decidir que valeu a pena ler foi o personagem do Jamie. Minha parte predileta da sua personalidade era seu senso de humor, não há como não amar seu jeito provocante até nas piores situações rendia boas risadas.

Diana Gabaldon transposta de maneira muita habilidade o leitor para a Escócia de 1743, mostrando como a vida naquela época era muito cruel e nem sempre justa. Ela conseguiu descrever muito bem o cenário e as pessoas que habitavam a país daquela época fazendo com que o leitor se pegue virando as páginas com a respiração suspensa vibrando de ansiedade e emoção! Li algumas resenhas onde disseram que a leitura foi lenta. Eu não senti o mesmo, apesar das 800 páginas, achei a leitura hipnotizante e fluindo muito bem até o final.

A história é envolvente, cativante e, sedutora, protagonizada por personagens marcantes. Eu amei as referências as lendas antigas, os termos lingüísticos pertencentes à época, porém nada complicada. Tal como eu disse no início, fiquei empolgada para conhecer essa história e tudo que eu posso acrescentar é que esse livro me deu palpitações, lágrimas e sorrisos em vários momentos.
Eu gostei da capa do livro, ela é simples e captura muito bem a atmosfera da história. Agora me sinto a vontade para acompanhar á série de TV, e recomendo sim esse livro, ele superou sem dúvidas, minha expectativa, entrou para minha lista de melhores leituras.

Twitter: @SdE_Brasil
Facebook: /editora.sde.brasil
Instagram: /sde_brasil
http://sdebrasil.com.br/

Desafio Literário Book-a-Month: 12 Mundos em 12 Meses
►Clicando no banner abaixo você é redirecionada para a página do TOP COMENTARISTA

Obrigado por terem enriquecido este dia com a sua presença!Não esqueça, deixe o link do seu blog que retribuo a visita. \o/ 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...