Editora Arqueiro,

Resenha|| A luz que perdemos, Jill Santopolo

3.8.18 Lu Zuanon Apaixonada por Romances 0 Comments


Título: A luz que perdemos

Autora: Jill Santopolo

 Ano: 2018

Onde Compre:Amazon

Classificação: 3/5 


A luz que perdemos  é a história de duas pessoas que se conheceram, que se amavam, mas tinham que seguir caminhos diferentes. Em nossa vida sempre temos encruzilhadas e escolhas a serem feitas, só saberemos mais tarde se essas escolhas forem boas, mas ainda assim devemos escolher e assumir depois, enfrentar as consequências.

Enquanto as torres do World Trade Center desmoronam diante de seus olhos, Gabe e Lucy se encontram pela primeira vez.
Sua atração é imediata, como uma força irresistível.
Eles  se encontram em uma turma da universidade em seus vinte e poucos anos, e esse encontro muda suas vidas para sempre. Juntos, eles conhecem o primeiro grande amor. Apenas uma coisa que eles não consideram: que seus desejos sempre poderiam dividi-los ainda mais. Lucy faz uma carreira em Nova York enquanto Gabe viaja ao redor do mundo como fotógrafo. No entanto, eles não podem esquecer um ao outro por treze anos.

Foi  uma separação dolorosa mas inevitável. Os anos vão às vezes com arrependimentos e dúvidas. Cada um tem um caminho diferente, mas  uma ligação indissolúvel os une apesar da distância. Eles tomaram a decisão certa separando-se para realizar suas respectivas paixões? Ambos querem fazer a diferença, mudar alguma coisa. Mas depois de um relacionamento intenso, a ambição será mais forte que o amor.

Uma escolha que abriu uma ferida no coração de Lucy que ela pensou que nunca seria curada. E isso, muda quando ela conhece Darren  o seu oposto: maduro, leal, divertido que a ama e começa uma família com ele. Um homem que conseguiu dar a ela um pouco da serenidade que ela perdeu com a partida de Gabe.Apesar de achar  Lucy uma mulher  forte, teimosa com capacidade de desafiar a si mesma, mantendo uma certa autoconfiança. Fiquei muito irritada dela compará-los, sempre, o tempo todo, Darren conseguiu fazê-la rir e se apaixonar novamente.
mesmo assim ela não viveu plenamente essa relação porque Gabe  de certa forma sempre estava conectado e Lucy mantém um último segredo, e agora é hora de revelar isso para Gabe.
Embora eu achasse Gabe egocêntrico e egoísta, eu não podia deixar de admirar sua paixão e o trabalho que ele fez, mas eu senti que ele estava perdendo o presente mais precioso da vida que era a Lucy.

A narrativa é em primeira pessoa como uma espécie de carta que Lucy escreve para Gabe, refazendo sua história e suas vidas desde o 11 de setembro até o presente. Para Lucy, essa relação e o rompimento marcaram sua existência, e mesmo que tenha vivido ao lado Darren,  percebemos que Gabe esteve sempre presente em sues pensamentos. Que um sentimento que vai muito além da atração física ou da paixão impossível apagá-lo.

Eu gostei de como a história é estruturada, sempre havia um vislumbre de esperança de que tudo estava indo na direção, mas seguiu outra completamente diferente.
Durante a leitura podia sentir as emoções da protagonista, mas infelizmente não compartilhava das suas escolhas, por isso foi muito difícil me apegar a ela. Não estou dizendo que por causa desse detalhe, a leitura foi chata, foi uma leitura interessante em sua totalidade, eu realmente recomendo a todos que leiam porque a história é de quebrar o coração e certamente os leitores ficarão com os olhos marejados de lágrimas. Uma história  tocante que mostra que você não pode deixar o amor verdadeiro ir. Que você tem que lutar pelo que mais importa para você. Porque nunca sabemos se temos uma segunda chance.

0 comentários: