Minha Adorável Condessa - Patricia Grasso → [Maratona de Banca 2012]



 Inglaterra, 1814


Entre mentiras e traições, um ardente jogo de paixões...


Por mais que Victoria Douglas seja linda e graciosa, a reputação de jovem impertinente colocou em risco suas perspectivas de casamento. Somente as pessoas mais próximas a ela sabem que esse comportamento inconveniente serve para mascarar uma deficiência secreta da qual ela muito se envergonha. A princípio enfurecida ao saber que a família a prometeu a um desconhecido, logo Victoria se descobre profundamente atraída por seu noivo... Empenhado a compensar os danos causados por seu padrasto à família Douglas, Alexander Emerson, o conde de Winchester, aceita se casar com Victoria e, assim, restituir a fortuna da família. O acordo se torna ainda mais interessante quando Alex se vê deslumbrado com Victoria. Mas a busca de um futuro feliz juntos é ameaçada quando certas pessoas interessadas em conspirar contra o casal provocam um escândalo de grandes proporções, que somente o amor será capaz de superar...

APAIXONADA POR ROMANCES


Olá, Leitores Apaixonados!

Bom, posso dizer que fiz uma boa escolha para estreia da maratona de banca 2012, o tema de Março é herói ou vilão, eis a questão.
Quem me conhece sabe o quanto sou viciada em romances históricos e quando eu li a resenha do livro no Blogdasô, não tive dúvidas que desejava muito lê-lo. Aí outro dia visitando o blog Literaturademulherzinha soube que este livro é o último da Trilogia das Irmãs Douglas então já imagina o quanto fiquei brava.

A história se passa em 1814, época em que as mulheres não tinham direito, porém Vitória está bem à frente do seu tempo e esconde um segredo, mas nem por isso age como coitadinha. Vitória é uma jovem de 18 anos, órfã e que mora com seus tios ricos, têm duas irmãs mais velhas que já estão casadas.
Agora chegou a sua vez de arranjar um marido. Alexander é o conde de Winchester, e ele tinha interesse em desposar a jovem, mas não pretendia contar nada para a ela antes desejava conquistá-la e contava com o apoio da família dela.
O período do namoro é curto e muito divertido; mais velho experiente Alexander mima a jovem de todas as formas mesmo quando ela age com infantilidade. Vitória fica, obviamente, muito feliz com os galanteios e aos poucos da uma chance a Alexander.
Antes de oficializar a união, ela a apronta muito, e noivo fica irritadíssimo com suas atitudes, porque ele é do tipo de pessoa controladora, e quer tudo nas suas rédeas. Todos questionam até mesmo o mordomo, se ele será capaz de domar a noiva, ou se conseguirá o que mais almeja: casar com a adorável Vitória?
Um casamento tão perfeito, não escaparia dos invejosos, e por ser inocente Vitória acabou caindo em uma armadilha, preparada pela irmã do mocinho e sua cunhada. E sem pestanejar, Alexander expulsou Vitória de casa por algo que ela não fez.
Com o coração despedaçado, seguiu para a casa dos parentes e desse dia em diante tinha que lidar com a hostilidade do marido e uma sociedade preconceituosa.
Confesso que fiquei "meio assim", com o comportamento do Alexander, ele não demonstrava interesse nas explicações da esposa, ela foi persistente, tentando fazer com que ele ouvisse. Por ser um homem dominador, ciumento, e com medo de deixar o filho com Vitória, ele entra com uma ação de divórcio.
Imagine o escândalo, a vergonha que Vitória teve que suportar, mesmo assim quem disse que ela desiste! Recebeu todo o desprezo, indiferença do marido até “Levou porta na cara”, eu me emocionei com o encontro da igreja, ele foi muito cruel e depois dessas atitudes se deixou vencer pelas adversidades. Mesmo que não tenha o marido de volta só lhe resta provar sua inocência, criar o filho e ao longo da vida apreender a viver sozinha?
Enfim, é uma história deliciosa e cativante e nos fazem acreditar que ninguém é capaz de fugir do próprio destino.


Obrigado por terem enriquecido este dia com a sua presença \o/! Sem tempo para comentar? Então clique no botão G+ 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...