O Outro lado da Memória — Beatriz Cortes



Título: O outro lado da memória
Autor: 
Beatriz Cortes
Páginas: 245
Editora:Novo Século

SINOPSE  
"Amar é encontrar uma coragem dentro de si que nem se sabia que existia". Luíza Bedim, uma jovem talentosa e cheia de sonhos, sofre uma grande decepção com a pessoa que ela mais ama. Depois desse período, passa a ser perseguida pelo medo e a dor profunda do que aconteceu. Sua vida muda totalmente e não consegue mais viver da forma que vivia antes. Luíza acredita que nunca mais será feliz, e vive alimentando-se de sua solidão interna. Anos depois do acontecido, ela conhece Arthur, um jogador de basquete novo em sua escola que chega chamando a atenção de todos. Ela o ignora totalmente no inicio, porém, é obrigada a passar uma hora de seu dia com ele. Entre muita confusão, brigas e discussões, Arthur mostra-se alguém que Luíza não esperava que ele fosse. Alguém capaz de fazer com que o outro lado de sua memória seja mudado. Descobre que só é possível encontrar a felicidade se for atrás dela. Em um romance divertido, complexo e cheio de mistério, você vai se apaixonar e sentir cada emoção vivida por Luíza em sua própria pele.



Olá pessoal, mais uma resenha de um livro nacional, espero que gostem.
O outro lado da memória foi escrito pela autora brasileira, 
Beatriz Cortes, trata-se do seu primeiro livro publicado pela editora “Novo Século”, legal né?

Logo de cara tive uma grande afinidade com a Luíza, à pobre garota tinha passado por tantas coisas que eu não podia deixar de gostar dela, talvez porque com a mesma idade eu tive uma experiência semelhante. (para saber leia o livro rs).

Nossa protagonista ainda era jovem, mas já sabia o quanto as pessoas poderiam ser cruéis e não há nada que ela, mas tema do que a dor de reviver todo aquele pesadelo. Enquanto isso busca forças para prosseguir com os estudos. O que ela não imaginava era que o destino lhe pregaria uma peça lhe reservara. Será que num acaso Luíza com o coração despedaçado encontrará o amor?
Entre os poucos amigos Pedro e Carol, Luan e Júlia, Luíza até que a primeira vista é uma garota descolada, parece não ser afetada por nada, mas na verdade tem uma personalidade muito sarcástica.
E acho que essa foi à maneira que ela encontrou para se proteger e enfrentar seus medos. Quando Luíza foi apresentada ao novo capitão de basquete, e suas amigas não esconderam o fascino e enaltecendo as qualidades do rapaz. Não deu outra, faíscas voam imediatamente e por parte da Luíza a antipática foi imediata.

Ela que se prepare, obviamente Arthur fica indignado, mas ao mesmo tempo fascinado, mas não está disposto a aceitar suas acusações e comentários depreciativos sem ao menos conhecê-lo.
O zelador do colégio será indiretamente o cupido nesta história, ele não quis saber de explicações quando flagrou a Luíza e o Arthur no almoxarifado, tirando conclusões precipitadas os levou para a diretoria não percebeu que eles não estavam se agarrando e sim numa calorosa discussão.

— Algumas pessoas dizem que o mundo acabará em fogo. Outros dizem que ele acabará em gelo. pelo que provei do desejo, fico com quem prefere fogo. Mas se tivesse que perecer duas vezes, acho que conheço o bastante do ódio para saber que a ruína pelo gelo também seria ótima. E bastaria... — declamou Arthur.

A história vai girar entre esse relacionamento conturbado do casal Arthur e Luíza. Por mais que a ela não deseje, não pode ignorar a crescente atração que sente, e como ambos terão que passar boa parte do dia juntos, essa será oportunidade que o Arthur irá aproveitar para tentar conquistar o seu coração!

... — Eu nunca, nunca mesmo, senti por outra pessoa que sinto por você. Não sei o que aconteceu; você age em mim como um imã, uma coisa que me faz querer nunca desgrudar de você. Tenho medo disso. Sinceramente, nunca desgrudar de você. Tenho medo disso. Sinceramente, nunca passei por nada parecido. Desde o primeiro dias em que eu te vi, desde aquele dia no almoxarifado, parece que eu precisava que era uma necessidade ter você por perto, te proteger, te ouvir...

Arthur é meigo e dedicado, esse seu jeito me conquistou, porque em nenhum momento ele foi desagradável e sim muito paciente, com cuidado e demonstrando o que realmente desejava foi derrubando as defesas da Luíza. Ela não chega a ser uma dessas personagens chatas, mas em alguns capítulos conseguiu me irritar. Então é quando ela novamente se vê apaixonada, e isso tudo é muito intenso para ela aceitar. De repente, ela é forçada a reconhecer a realidade que ela nunca tinha considerado quando uma pessoa do passado volta para assombrá-la.
Em minha opinião, a autora tem bastante potencial porque me proporcionou uma leitura extremamente gostosa, apesar de clichê não há momentos de tédio, a leitura fluiu perfeitamente. Uma história recheada de personagens principais e secundários com personalidades próprias e distintas que me surpreendeu.


Contato da autora Beatriz Cortes 


Obrigado por terem enriquecido este dia com a sua presença!Não esqueça, deixe o link do seu blog que retribuo a visita. Pois é dando, que se recebe  \o/ 

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...