Editora Arqueiro,

Resenha: Uma Proposta e Nada Mais, de Mary Balogh

9.10.18 Lu Zuanon Apaixonada por Romances 0 Comments




Título: Uma Proposta e Nada Mais
Autora: Mary Balogh 
Páginas: 271
Editora: Arqueiro 
Onde Comprar: Amazon || Adicione Skoob
Classificação: 5/5



Ah, como eu estava ansiosa por este livro! Minha curiosidade sobre Uma proposta e Nada mais, o primeiro livro da série Clube dos  sobreviventes de  Mary Balogh atingiu níveis extremos de expectativas.

O duque de Stanbrook sofreu grandes perdas e amparou um grupo de  pessoas marcadas  tanto no corpo como na mente pelos horrores sofridos na guerra Napoleônicas.
Foi assim que nasceu o clube dos sobreviventes, composto por cinco ex-oficias e uma viúva de outro que foi torturado até morte. 

Hugo Emes, lorde Trentham, é um desses integrantes. Ele ainda é incapaz de superar a culpa por sobreviver e a maioria dos companheiros não ter tido a mesma sorte, também  intimamente se sente desconfortável por causa de seu título e  fortuna recentemente herdada do pai. O desejo dele era apenas ter  uma vida tranquila no campo, mas infelizmente não será possível pois no leito de morte prometeu ao pai cuidar da meia-irmã e da madrasta.

Gwendoline Grayson, Lady Muir, era viúva há muitos anos, a pobrezinha já teve seu quinhão de sofrimento,  ainda era  assombrada pelos  eventos sombrios que ocorreram durante seu casamento com o falecido marido,  contentava em viver uma vida monótona e sem emoção junto dos seus familiares.

Após um desentendimento com a amiga, dona da residência  aonde estava temporariamente hospedada,ela decidiu fazer uma caminhada  sozinha na praia e, subindo um penhasco  ela deslocou o tornozelo mas por sorte foi socorrida pelo Hugo, lorde Trentham.
Nenhum dos dois sente empatia pelo outro quando se encontram pela primeira vez, pois são pessoas muito diferentes. Hugo foi extremamente rude e mal-humorado e não escondeu seu desprezo pela  aristocracia.

Gwen é uma protagonista que me cativou desde o início. Ela era gentil e as vezes teimosa. Ela despertou em Hugo um forte sentimento, mas ele tenta ignorar, ciente das diferenças sociais entre os dois. Apesar do título recente ainda sentia-se desconfortável por Gwen ser de uma família aristocrática e bem conhecida.

Ambos carregam cicatrizes profundas, mas quando os dois se dão conta de que o que sentem é mais do que uma simples atração, cada um reage de um jeito.
Demorei um pouco para me deixar cativar pelo Hugo, por conta de algumas de suas atitudes. Mas em determinado momento da história, acabei deixando-me levar e fui conquistada por ele.

Com a convivência, Hugo  se encanta com a aparente fragilidade de Gwen, o que desperta nele o instinto de protegê-la. Ela também  não é indiferente ao lorde rabugento, então chega uma hora que eles não conseguem mais resistir e se entregam à atração que sente, mas isso ainda não é suficiente, assim o relacionamento deles será uma montanha-russa de emoções.

Com um desfecho emocionante, repleto de emoção e uma boa dose de romance, a leitura de "Uma Proposta" superou minhas expectativas e fez eu me apaixonar ainda mais pela história e a escrita fluída com diálogos inteligentes da talentosa Mary Balogh.

Livro mais do que recomendado!

0 comentários: