[Li & Postei] The Price of pleasure (O Preço do Prazer )- Kresley Cole


Título Inglês:The Price of pleasure
Autora: Kresley Cole
SINOPSE  
O capitão Grant Sutherland, um homem conhecido por sua coragem e integridade, viaja até a Oceania para encontrar Vitória Dearbourne, uma moça inglesa desaparecida no mar dez anos atrás. Prometeu a seu avô doente encontrá-la e protegê-la, dando sua palavra de cavalheiro que não retrocederia em seu empenho, mas no momento em que se encontra com ela e a vê transformada em uma bela mulher, Grant sabe que nunca voltará a ser o mesmo. Tori adora sua liberdade, a paixão desatada, e o caos por cima da cansativa ordem. Inclusive mais ainda quando um orgulhoso e frio capitão inglês chega para resgatá-la. E quando Tori e Sutherland são separados de sua tripulação e se veem obrigados a sobreviver juntos, ela começa a ver nele um homem que deseja mais. Um homem que uma vez foi capaz de sorrir. Um homem que admite ter sombrios desejos mas que não tomará o que lhe oferece. Agora, Tori está disposta a comprovar até que ponto o capitão aguentara a tentação antes que seu legendário domínio se quebre...
Olá, Leitores Apaixonados!

The Price of pleasure é o segundo livro da série Os Irmãos Sutherland da escritora Kresley Cole. Veja aqui a resenha do primeiro.Nem preciso dizer que achei os Irmãos Sutherland interessantíssimo, né? Eu gostei muito da forma como Kresley conduziu a história e agora vou colocar na minha wishlist outros livros dela.

Quando Grant chegou àquela ilha para levar a jovem de volta a Londres não esperava enfrentar uma adversária astuta, que tem o dom de enlouquece-lo com várias armadilhas.Vitória é um osso duro de roer, não facilitou a aproximação.
Não foi fácil para Grant conquistar a confiança dela, mas o que o perturbava era que lutava contra os sentimentos crescente em relação a Vitória, claro, não ficou indiferente, mas estava determinado a manter-se afastado. Mas foi apenas uma questão de tempo antes que se entregasse a ardente atração pois a tensão sexual era palpável.
Vitória passou anos, apenas na companhia da amiga Cammy, e para minha surpresa não era nem um pouco ingênua, não consegue parar de pensar no Grant. Ele começa a dominar seus pensamentos e, finalmente, uma vez que se permitiu ser beijada por Grant espera que seja o início de algo mais, então insinua-se, atordoando-o com toda sua ingenuidade na esperança de vencer a barreira erguida por ele, mesmo correndo o risco de magoar o seu coração se entrega.

De volta à civilização.

O sexo é quente entre eles, mas a relação não se desenvolve mesmo com toda paixão envolvida não são capazes de se entenderem:
Grant Sutherland é determinado, protetor, honrado e estúpido. Ele não tem ilusões românticas, mas diante da situação mesmo não vendo nenhuma perspectiva de um dia amá-la propõe casamento. Afinal, sabe que cruzou a linha quando ele a desonrou, mas sabe que não é capaz de dar a ela o que realmente deseja. Vitória Dearbourne é teimosa, impulsiva, sonhadora e orgulhosa. Por isso, se recusa a casar sem amor, se sente traída e magoada com tal proposta, recusa e jura nunca mais ser novamente tão tola.

Quando chegam à Inglaterra, as coisas não são tão fáceis e a situação fica ainda mais complicada, porque Tori fica temporariamente hospedada na casa da família Sutherland. Apavorada com a nova vida e com auto-estima abalada tem medo que a qualquer momento ceda aos encantos do homem que numa conversa revelou que os dois não tinham um futuro. Ela tinha confiança em Grant, e ouvi-lo dizer que ela não era apropriada, a profundidade de sua dor pela indiferença dele era enorme agora seria fácil odiá-lo por tudo que ele fez. Apesar ter sido acolhida por todos os Sutherland, fazendo com que ela pela primeira vez em sua vida, se sentisse parte de uma família, mesmo que fosse a família de Grant, e ter feito amizade com Nicole estava desesperada para recuperar o controle de sua vida. Pobre Vitória. Ela passou por tanta coisa... Muitas vezes me peguei com raiva de Grant, claro que esse comportamento não faz dele um mocinho cruel, apenas... Estúpido. Ele estava convencido de que deveria ignorar seus sentimentos, mas quando finalmente percebe o erro, passa a cortejá-la não da maneira convencional, claro que, depois, a gente até entende o porquê de ele agir assim.

O livro é muito bom, personagens fortes, eu ameei.E como poder ver também me empolguei com a resenha. Eu sou uma romântica incurável. Se você ainda não leu, eu recomendo esta série !

Sutherland
The Captain of All Pleasures (2003)
The Price of Pleasure (2004)

Meus sinceros agradecimentos, Obrigado por terem enriquecido este dia com a sua presença \o/!.

0 comentários :

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...